Técnico de Hardware
Sem-Título-1.png

NOSSA ABORDAGEM CONSULTIVA

A Conceptus tem como princípio a certeza de que tudo está interconectado de alguma forma dentro de uma organização, e que essas conexões são fortemente dependentes da maneira como os processos estão desenhados e implementados, como a tecnologia suporta a sua execução e de como as pessoas contribuem (de forma direta ou indireta) para os resultados de desempenho desses processos.

Além disso, todas as iniciativas tomadas por uma empresa a partir de sua estratégia de negócio necessariamente geram/modificam produtos ou, na maioria dos casos, serviços que são prestados entre as suas várias áreas e/ou para seus clientes externos.  E como sabemos, os clientes somente percebem o valor de qualquer serviço entregue se ele satisfaz as suas expectativas em termos de utilidade e garantia, assim como de seus resultados (não somente financeiros, mas também nas perspectivas social, ambiental e cultural das empresas e de seus ecossistemas).

Com base nessas premissas, a Conceptus criou uma Metodologia de Entrega de Serviços que visa maximizar a percepção de valor dos clientes na entrega de nossos serviços.

Este modelo propõe que seja criada, em algum momento, uma estrutura de controle, que tenha visão holística sobre a organização, buscando observar as interações entre os processos, as pessoas e a tecnologia no âmbito de todo o ecossistema no qual ela está envolvida, e que possa atuar como um "trusted advisor" para as decisões sobre as iniciativas de melhoria, transformação e inovação de serviços/produtos a serem tomadas a partir da estratégia.

Além disso, nossa abordagem consultiva tem forte transferência de conhecimento para as equipes do cliente.

Metodologia Conceptus (F4-Planejamento fonte branca).png

Em nossas consultorias, adaptamos e adotamos as 7 fases dessa metodologia de forma totalmente orientada às necessidades do cliente em cada situação:

DIRECIONAMENTO

Validar detalhadamente os objetivos e a cultura atual do cliente, identificar e alinhar participação e empenho das partes interessadas, articular e planejar detalhadamente o serviço, direcionar as demais atividades do serviço.

MAPEAMENTO

Avaliar e compreender o contexto atual dos processos, sistemas, operações, ambientes, ativos e estruturas envolvidos no escopo do serviço, identificando requisitos, riscos e pontos de atenção a serem tratados.

DESENHO

Determinar a distância entre a situação atual (as-is) e a situação esperada (to-be) dos processos, sistemas, operações, ambientes, ativos e estruturas envolvidos no escopo do serviço, e traduzir essas lacunas em oportunidades de melhoria.

PLANEJAMENTO

Traduzir oportunidades de melhorias em um roadmap de iniciativas integradas, adequadamente descritas e priorizadas, e organizadas de forma a trazer ao cliente os benefícios esperados, em conformidade com o alinhamento estratégico.

EXECUÇÃO

Avaliar e compreender o contexto atual dos processos, sistemas, operações, ambientes, ativos e estruturas envolvidos no escopo do serviço, identificando requisitos, riscos e pontos de atenção a serem tratados.

MONITORAMENTO

Realizar o acompanhamento regular e continuo da governança global de um programa de melhoria, integrando as métricas de desempenho e de realização de benefícios das iniciativas relacionadas.

MELHORIA CONTÍNUA

A partir dos resultados e da experiência adquirida, melhorar processos, sistemas, operações, ambientes, ativos, estruturas, papéis e responsabilidades, visando aperfeiçoar continuamente o desempenho do programa e assegurar, em prol dos objetivos do cliente.